Exercícios e Gravidez depois dos 40 anos: benefícios

Gizele Monteiro

Diretora do Mais Vida Gestantes – Personal Gestante

Exercícios na Gravidez depois dos 40 anos

A gravidez depois dos 40 anos, considerada gravidez tardia, é sempre preocupação da área médica por vários fatores de saúde da mulher e também do bebê, principalmente se ela ocorrer após os 45 anos.

Do ponto de vista físico, condição corporal e nível de aptidão física, a mulher encontra-se numa curva descendente. Além do fator idade podemos considerar o grande nível de sedentarismo que normalmente coloca a mulher numa condição de sobrepeso.

A gravidez é um momento de impacto fisiológico e biomecânico muito grande para mulher. Nesse ponto também pelo sedentarismo, sua postura e musculatura já se encontra em condições diferentes.

Exercícios e Gravidez depois dos 40 anos: benefícios

Mulheres que se mantém ativas, isto é, realizam exercícios tem uma queda bem menos acentuada da sua condição muscular pois mantém a mantém fortalecida, postura e condição cardiorrespiratória também melhorada. Este é um grande benefício promovido pelo exercício para uma gravidez depois dos 40 anos.

Tanto o aumento de peso, quanto a probabilidade de doenças como diabetes e hipertensão aumenta. Por isso nesse momento os exercícios são uma forma muito interessante de contribuir para a saúde da mulher e consequentemente do bebê.

Exercícios e Gravidez depois dos 40 anos: cuidados

Os exercícios nessa fase devem ter cuidados redobrados na intensidade e na quantidade aplicada, assim como a escolha do exercício juntamente com a qualidade técnica do mesmo para não aumentar os riscos de lesões. É um mito achar que a mulher deve fazer apenas hidroginástica, ela pode ser uma das atividades incluídas, porém deve haver um trabalho postural e também um fortalecimento do assoalho pélvico pois a mulher nessa idade também pode ter um comprometimento maior por causa da idade.

A gravidez é um momento de grandes alterações fisiológicas com grande sobrecarga cardíaca e circulatória, assim como também as mudanças posturais. Normalmente na mulher sedentária a postura já começou a ser modificada e a gravidez irá aumentar isso. Por isso os detalhes acima não devem ser desconsiderados pelo profissional que atenderá essa gestante. Ele deve ser especializado em prescrição de exercícios na gravidez.