Diabetes Gestacional

Profa. Ms Gizele Monteiro

Diabetes Gestacional significa que a mulher durante a gravidez começa a apresentar elevadas taxas de glicose (açúcar) no sangue.

Diabetes é uma doença metabólica caracterizada por um aumento anormal da glicose (ou açúcar no sangue). A glicose é a principal fonte de energia do organismo, mas quando em excesso, pode trazer várias complicações à saúde.


No Brasil, a prevalência do diabetes gestacional é de 7,6%, sendo considerado um problema de saúde pública.

Uma vez que tenha aparecido, o diabetes gestacional dura até o final da gravidez. Na maioria das mulheres, o problema se resolve quando a gravidez termina, mas as mulheres que tiveram Diabetes Gestacional têm maior risco de desenvolver o diabetes tipo 2 com o passar do tempo.

PORQUE A PODE DESENVOLVER O DIABETES GESTACIONAL?

No período da gravidez, a placenta (órgão responsável pela nutrição do feto) produz alguns hormônios em grande quantidade. Embora imprescindíveis para o desenvolvimento do bebê, os hormônios criam uma dificuldade (resistência) à ação da insulina no organismo materno.

Na maioria das mulheres, o pâncreas reage a esta situação produzindo insulina adicional o bastante para superar a resistência à insulina. Em mulheres com Diabetes Gestacional, a insulina extra não é produzida o suficiente e o açúcar não pode ser processado corretamente pelo corpo. Dessa forma a glicose se acumula na circulação sangüínea.

À medida que o feto cresce, maiores quantidades dos hormônios que interferem com a insulina são produzidas. Por isto, o Diabetes Gestacional normalmente começa no último trimestre de gravidez.

SINTOMAS DO DIABETES GESTACIONAL:

Algumas mulheres grávidas com Diabetes Gestacional podem apresentar os seguinte sintomas: sede aumentada, diurese mais freqüente (urina aumentada), perda de peso, apesar do apetite elevado, cansaço, náuseas ou vômitos, infecções por fungos (candidíase vaginal, por exemplo), visão turva.

Porém, algumas mulheres não têm nenhum sintoma detectável, razão pela qual o médico dever pedir os exames para o diabetes na rotina do pré-natal.

FATORES DE RISCO DO DIABETES GESTACIONAL:

- mulheres que estão acima do peso durante a gravidez têm um risco mais alto da doença, e o controle cuidadoso do peso antes da gravidez pode reduzir esse risco.

- mulheres que já tiveram Diabetes Gestacional têm maior risco de desenvolver novamente nas próximas gravidezes. Após a gravidez elas também terão um risco aumentado de desenvolver diabetes tipo 2, devendo medir seu açúcar no sangue regularmente, até mesmo depois que a gravidez terminou.

PREVENÇÃO DO DIABETES GESTACIONAL:

O exercício físico regular é um forte aliado no controle e na prevenção do diabetes gestacional.

A consulta a um nutricionista para montar um plano de dieta e o monitoramento dos níveis de glicose no sangue pode auxiliar nesse controle. Se isso não ocorrer, o médico irá prescrever insulina.

* As complicações que Diabetes Gestacional apresenta podem ser prevenidas controlando cuidadosamente o açúcar no sangue. A mulher deve ser vista frequentemente pelo seu obstetra ao longo de sua gravidez nas consultas pré-natais.


Fatal error: Allowed memory size of 67108864 bytes exhausted (tried to allocate 86 bytes) in /home/storage/9/82/76/metodomaisvida/public_html/gestantes/wp-includes/cache.php on line 570